segunda-feira, 4 de julho de 2011





Fazer aniversário é sempre um paradoxo,todo ano quando eu faço aniversário (principalmente neste ano) eu fico pensando no que eu poderia ter feito a mais e acabei não fazendo por comodismo, por falta de coragem enfim, fico me perguntando se eu estou realmente aproveitando ao máximo todos os dias e todas as oportunidades que a vida me oferece. Ah,30 anos. Nossa ! Quando penso nessa idade, por um lado penso que tenho tudo isso de idade, sinto que sou tão velha e tão nova ao mesmo tempo. Não tenho nada ainda na vida, não tenho nada construído ou alguma perspectiva mais concreta, não somente sonhos e planos surrealistas. Por um outro lado me sinto até orgulhosa, isso quando estou com a auto-estima lá em cima, estou fazendo 30 anos e já tenho tanta bagagem na vida...
É a depressão e a felicidade exacerbada caminhando em paralelo, a famosa faca de dois gumes. Já passei aniversários com amigos, festejando, já passei somente com avós e parentes próximos, já passei meu aniversário totalmente sozinha dentro de casa esquecendo até que aquele dia era meu aniversário,hoje diria que gostaria de esquecer que estou fazendo 30 anos. E qualquer maneira, é sempre um dia, ou melhor, uma semana de reflexão…acredito que aquela reflexão que as pessoas fazem no final do ano, fazendo planos para o ano seguinte, eu faço isso na semana do meu aniversário. E é claro sempre tem aquele sonho que no grande dia eu receberei um telefonema inesperado ‘daquela’ pessoa….ou uma carta, ‘alguém’ se lembrando de mim, será que ‘ela’ sabe que hoje é meu dia ? será que ela se lembra ? Todo ano a mesma pergunta passa pela minha cabeça.
Tudo pode acontecer quando hoje faço 30 anos.


 paulo henrique

Um comentário:

  1. Retirado do meu blog :P
    Parabéns Paulo!
    Felicidades e tudo de ótimo!
    Beijos

    ResponderExcluir